publicado a: 2017-05-10

Alguns dos erros mais frequentes na horta

Quando se começa uma horta, seja urbana ou no campo, começa-se com grande ânimo, com a compra de sementes, mudas, substratos, ferramentas, preparação do espaço, mas depois também é fácil desanimar porque as plantas morrem prematuramente ou as sementes não germinam. Neste texto ajudamos a entender e evitar os erros cometidos.

  1. Não ter em conta o sol e o clima: Quando começamos a escolha das plantas não podemos escolher apenas aquilo que gostamos, sem conhecer as condições ambientais que essas plantas precisam para crescer normalmente.
  2. Projetos muito abrangentes: Quando começamos uma horta, devemos fazê-lo pouco-a-pouco porque, de não ter nada, a ter toda a horta plantada com muitas variedades e espécies pode resultar em fracasso. O mais recomendado é começar com uma ou duas espécies de ciclo curto e pouco suscetíveis a doenças, como a alface, o espinafre ou o srabanetes e quando apanhar-mos o jeito com estas, avançamos para outras.
  3. Plantas a muita ou pouca profundidade: As sementes geralmente devem ser enterradas a uma profundidade igual ao dobro do seu tamanho, inclusive se forem muito pequenas, não se enterram.
  4. Não preparar a terra: Antes de iniciar a plantação, devemos saber se a terra é argilosa ou arenosa. Devemos arejar a terra e adicionar os adubos com os nutrientes necessários.
  5. Não regar frequentemente ou regar em demasia.
  6. Excesso de estrume: Pode queimar as plantas ou atrair pragas.
  7. Não usar cobertura de solo: Esta impede que as infestantes cresçam, mantém a humidade, ajudam a proteger o solo e a maresia orgânica e também protejam do frio e excesso de calor.
  8. Associação de culturas: Devemos conhecer as plantas que se dão bem com outras para as juntarmos na horta. Algumas protegem as outras de pragas ou fornecem azoto.
  9. Não prevenir pragas e doenças: Devemos estar atentos aos sintomas (coloração diferente, folhas roídas, etc.) para podermos atuar entes que seja demasiado tarde e não haja solução.
  10. Plantas muito juntas: Cada espécie tem uma distância de separação entre plantas, se não for cumprida, vão "roubar" nutrientes, luz, água, etc umas às outras.

Fonte: La Huertina de Toni

Comentários