publicado a: 2015-08-12

Falta de sabor das frutas ajudou a levar pessoas à obesidade, diz autor

Beberia refrigerantes se não tivessem sabor? E comeria mais fruta se os morangos voltassem a serem suculentos? Segundo o jornalista Mark Schatzker, autor do livro «The Dorito Effect», as frutas e verduras foram perdendo o sabor com o tempo enquanto a comida artificial ganhou aromatizantes que nos levaram a comer em excesso e a ficarmos obesos. A solução, segundo ele? Criar frutas e vegetais mais saborosos.


Trouxe o sabor para o centro da discussão sobre obesidade. O aromatizante leva-nos a comer mais gordura, açúcar e outras coisas más disfarçadas?

Sim. Na verdade, eu diria que as nossas guerras contra a gordura, o açúcar e os hidratos de carbono foram totalmente em vão. É importante lembrar que os nossos avós tinham acesso ao açúcar, gordura e hidratos de carbono e de alguma forma evitavam comer além do necessário. Nenhum desses nutrientes mudou com o tempo. O que mudou foram os sabores. E muito. Nos últimos 50 anos, as comidas naturais como frutas e legumes foram perdendo o sabor, enquanto a comida processada foi ficando cada vez "saborosa", no sentido de ter mais sabor, com mais aromatizantes sintéticos. De forma simples, o que consideramos saboroso passou dos alimentos naturais para os processados. E é isso o que todo mundo está a comer agora e que está a deixar-nos gordos.


Como podemos mudar os nossos hábitos alimentares se grande parte dos alimentos disponíveis hoje é processado ou aromatizado artificialmente?

Recomendo que as pessoas evitem comidas com aromatizantes artificiais ou "naturais" - que também são sintéticos. Em vez disso, deveriam procurar as mais saborosas possíveis, como frango, morango, tomate e ananás.


Como podemos comer felizes uma maçã depois de já ter provado alimentos com sabores tão marcantes quanto um doritos? Precisamos de um tipo de detox?

Quanto mais evita a comida processada, menos ela parece interessante. Para pessoas que costumam comer em excesso esses tipos de alimentos, cortar é mais difícil. Entretanto, quando se trata de sabor eu ainda acho que a natureza deve ser o farol para guiar o nosso paladar. Os melhores restaurantes não servem doritos ou refrigerantes, servem as suas melhores carnes, frutas e vegetais acompanhadas de vinho. Desde que comecei a comprar alimentos com qualidade, percebi que o meu paladar mudou. Eu costumava odiar hortaliças, hoje adoro.


Menciona a perda de gosto das frutas e verduras por causa da agricultura moderna. Há uma forma de voltar para o que era antes?

A razão pela qual perdemos o sabor das frutas e legumes é a manipulação genética. Escolhemos genes como o tamanho, vida útil e resistência a pragas. Nunca seleccionamos os genes do sabor. E com o passar do tempo, o sabor perdeu-se. Porém, se nos preocuparmos com o sabor e seleccionarmos variedades e sementes que sejam saborosas, podemos recuperar o sabor. A Universidade da Florida já conseguiu criar uma variedade de tomate que é tão resistente quanto os modernos, mas o sabor é muito melhor. Acredito que essa seja a direcção que a agricultura precisa de tomar.


Comer doritos é viciante. O sabor é o maior causador do vício ou há outros componentes? Como podemos deixar de sermos viciados em comidas prejudiciais?

Como disse anteriormente, acho que a comida natural, a comida real, pode ser mais saborosa. Na verdade, acho que a comida real também vicia - mas de uma forma mais saudável. Não há nada de errado em procurar boas cerejas, tomates ou pêssegos. Eu também acho que a comida natural tem a habilidade de satisfazer um desejo de uma forma que a comida artificial não tem. Escrevi no meu livro sobre a experiência de comer um frango frito com uma receita especial de família - um frango que foi criado como era há 50 anos (livre, com poucas hormonas). Foi o melhor frango que já comi na vida, mas estava satisfeito depois de alguns poucos pedaços. Não fiquei a comer além do limite. Fomos programados para desejar comida. Desejos são naturais. O que precisamos de fazer é colocar o desejo em comidas melhores, mais saudáveis, que realmente nos satisfaçam.


Porque escolheu os doritos para simbolizar os alimentos artificialmente aromatizados?

Pela simples razão de que os primeiros Doritos não eram aromatizado. Era apenas um snack de milho salgado, mas não era muito vendido. Foi aí que decidiram aromatizar com o sabor "taco" e depois com "queijo nacho" e ele tornou-se irresistível e incrivelmente bem-sucedido. É um exemplo perfeito do quanto os sabores artificiais são poderosos e lucrativos. Os sabores artificiais levam-nos a comer mais do que comeríamos normalmente. Como o exemplo mostra, as pessoas não comeriam snacks de milho com sal loucamente. Ou beberiam refrigerantes. Quanto de refrigerante as pessoas tomariam se tirassem o sabor artificial? O refrigerante sem sabor é apenas água com gás e muito açúcar.


Qual é a pior comida de todas? Aquela que ninguém deveria comer ou beber de novo?

Águas vitaminadas. O rótulo induz as pessoas a acharem que água com açúcar é saudável e o sabor artificial fá-la parecer deliciosa. Os EUA não sofrem de falta de vitaminas, mas sim de excesso de calorias.


Fonte: Diário Digital

Comentários

  • Faça login para poder comentar.