publicado a: 2018-01-24

Quebra de dormência em fruteiras

Porque caem as folhas em algumas árvores, incluindo de fruto?

Nos climas em que há alternância de estação fria e quente, as plantas desenvolveram um mecanismo de defesa, reduzindo a sua área exposta ao frio e o seu metabolismo durante o período mais desfavorável. Antes das folhas caírem, retiram os nutrientes aí acumulados e armazenam-os nos troncos e ramos. Este fenómeno já foi referido anteriormente a propósito da nutrição das árvores. Poderão ser também utilizados produtos para provocar a queda das folhas e acelerar o início do processo.

Como se quebra a dormência?

A partir do momento em que a planta entra em repouso, é necessário que haja um sinal para que esta acorde e se prepare para o reinício do ciclo com o abrolhamento, na Primavera. Este sinal depende de vários fatores, sendo o número de horas (ou unidades) de frio a que a planta está sujeita aquele que é considerado o mais importante.

O que são necessidades de frio?

Nesta altura do ano é importante saber se foram ou não satisfeitas as necessidades em frio das culturas. Apesar de haver alguma discussão sobre o cálculo destas necessidades, é mais ou menos consensual que deve ser somado o número total de horas em que a temperatura do ar esteja abaixo de um valor crítico (para o caso da Pereira cv. Rocha, 7.2ºC).

O que fazer quando as necessidade de frio não estão satisfeitas?

Quando o valor total de horas de frio não atinge um valor crítico (utilizando novamente o exemplo da Pereira cv. Rocha, 550 horas) este poderá ser compensado com a aplicação de produtos para provocar a quebra da dormência.

Hugo Pires

Comentários