publicado a: 2017-06-19

WWF apela ao Governo para acelerar o processo de reforma florestal

A WWF – World Wide Fund for Nature está solidária com as famílias das vítimas e com os bombeiros que estão no terreno a combater o incêndio florestal que ainda lavra em Pedrogão Grande, Leiria” e “apela ao Governo para empreender ações urgentes para a conservação da floresta nacional e que acelere o processo de reforma florestal que se iniciou no ano passado”.

Em comunicado enviado às redações, a WWF salienta que “está profundamente triste pelas vítimas humanas e pelos grandes danos”. E adianta que, apesar da natureza inflamável da floresta Mediterrânica, onde Portugal se insere, as “alterações climáticas, a negligência humana e, sobretudo, a falta de uma adequada gestão florestal que actue ao nível da prevenção dos incêndios, formam uma combinação letal que ameaça as florestas e meios de subsistência das populações”.

A WWF considera que o foco dos esforços relativamente aos incêndios florestais “deve passar do combate para a prevenção, através da efetiva implementação da gestão florestal responsável a longo prazo”. Explica aquela associação ambiental que a “gestão florestal responsável é mais eficaz e financeiramente mais eficiente do que o financiamento de gigantescos mecanismos de combate a incêndios usados todos os anos. Os incêndios florestais previnem-se, não se combatem”.

Educar as sociedades sobre a prevenção

Aqueles dizem ser “urgente sensibilizar e educar as sociedades sobre a prevenção de incêndios florestais” e que a gestão florestal “deverá ser articulada com os mecanismos de combate aos incêndios florestais para que haja uma eficiente e atempada supressão dos incêndios”. Por outro lado, acrescentam que a “coordenação efetiva entre as diferentes entidades ligadas ao combate aos incêndios florestais é vital”.

“Estamos profundamente tristes e chocados com esta tragédia sem precedentes em termos de vítimas humanas. Continuamos a acreditar que boas práticas de gestão previnem fogos florestais e asseguram a vida das pessoas”, afirma Rui Barreira da WWF em Portugal.

A WWF apela a todas as pessoas para não fazerem fogueiras de qualquer espécie em zonas florestais.

Há mais de 50 anos que a WWF protege o futuro da natureza e do Planeta. É a maior organização independente de conservação de natureza a nível mundial. Tem cerca de 5 milhões de apoiantes e está activa nos cinco continentes em mais de 100 países.

Fonte: Agricultura e Mar Actual

Comentários

  • Faça login para poder comentar.